Tipos de Usuários de Mídias Sociais

Identifying, Understanding and Influencing Social Media Users  foi um estudo realizado recentemente pela AIMIA através de uma pesquisa para identificar e mensurar as atividades e a construção de relacionamento entre consumidores e marcas em seus canais de mídias sociais.

Para complementar a referida pesquisa, a própria AIMIA utilizou dados de um outro estudo seu, Born This Way, para embasar a análise sobre os tipos de usuários de mídias sociais. De acordo com este estudo, dois motores, control e trust, impulsionam os novos consumidores uma vez que, devido ao seu alto grau de afinidade com as novas mídias e tecnologias, compartilham dados pessoais sem medo de ser feliz.

Control: são os consumidores que têm total controle de suas informações e estão dispotos a compartilhá-las com toda a rede social. É pelo o engajamento e influência desses usuários que brigam as marcas.

Trust: as atividades em mídias sociais são motivadas pelo nível de habilidade que tem nas redes sociais e no quanto confiam em suas conexões. O grau de confiança está relacionada a disposição dos consumidores de compartilhar informações entre si através das mídias sociais.

A partir desses dois motores foi traçado um quadrante do comportamento do consumidor, sendo os eixos ‘exposure’ correlato ao control e ‘participation’ correlato a trust:

A combinação desses dados nos apresenta 6 tipos de usuários de mídias sociais:

No shows: representam 41% da população norte-americana que não está conectada a nenhuma mídia social. Estes usuários tem mais de 60 anos e não tem nenhum grau de afinidade, confiança e interesse em compartilhar informações e dados pessoais.

Newcomers: são usuários que tem alguma afinidade com redes sociais, mas acessam de apenas uma mídia social e basicamente utilizam o meio digital, como uma extensão de suas relações offline para o ambiente online.

Onlookers: usuários que prezam por ter total controle das suas informações online a ponto de se abster de compartilhar detalhes sobre si. Preferem observar mais do que interagir e são inconstantes quanto suas atualizações online.  

Cliquers: são usuários ativos de uma única mídia social, têm preferência pelo Facebook. São em sua maioria mulheres que compartilham todo tipo de informações, mas suas conexões são restritas à familiares e amigos mais próximo.

Mix-n-Minglers: são bastante ativos, utilizam mais de uma plataforma de mídia social, seguem e interagem com as marcas de sua preferência. São comedidos quanto ao compartilhamento de informações pessoais e influentes entre suas conexões online.

Sparks: são usuários extremamente engajados, são referência nas mídias sociais e suas interações com as marcas são tão próximas e frequentes que se tornam “porta-vozes” das marcas.

O gráfico abaixo revela a relação que esses usuários têm com os meios online:

Apesar de bem embasada, essa classificação não deve ser considerada como uma regra, uma vez que, o estudo analisa particularidades de indivíduos. Mas, serve de parâmetro para profissionais de marketing tomarem como referência na construção de ações e planejamentos estratégicos para os meios digitais.

A classificação de usuários não se limita esta ou qualquer outra, é um campo amplo, e portanto, rico em dados e possibilidades. Cabe aos profissionais cada vez mais buscar entender suas motivações, estilos e preferências.

* Post por Mariana Ferreira, publicitária e gestora de mídias sociais na Dendê Brands.

Um comentário sobre “Tipos de Usuários de Mídias Sociais

  1. Pingback: 4 Personalidades Digitais Segundo a IBM | Inteligência Digital nas Mídias Sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *