Digital Media Winter Institute 2019 em Lisboa: inscrições abertas

Digital Media Winter Institute da Universidade Nova de Lisboa reúne dois eventos entre 28 de janeiro e 07 de fevereiro: SMART Data SprintInterpreting Cross-Platform Digital Networks e está com inscrições abertas!

Smart Data Sprint acontece de 28 de janeiro a 01 de fevereiro e reúne uma série de atividades voltadas a doutorandos e pesquisadores durante uma semana. Nos primeiros dias, os participantes poderão ver palestras e practical labs realizados por pesquisadores que definem a pesquisa em mídias sociais e digital methods em torno do mundo. O destaque deste ano é a participação de Richard Rogers, líder do Digital Methods Initiative da Universidade de Amsterdam. Ocorrerão também palestras e practical labs sobre análise de redes com Gephi e NodeXL, modelagem de tópicos, text analytics, query design e outras temas relevantes com pesquisadores como Inês Amaral, Bernhard Rieder, Janna Joceli, Beatrice Gobbo e André Mintz.

O grande objetivo do evento, porém, é a realização dos chamados data sprints – trabalho intensivo de análise de dados a partir de problemas de pesquisa apresentados em “pitchs”. Cada participante deverá escolher uma equipe e trabalhará junto aos líderes dos projetos e colegas de vários países do mundo durante 3 dias. Eu e André Mintz levaremos o projeto “Interrogating Vision APIs“, no qual estudaremos datasets sobre o avanço da estética de ultra-direita nas eleições brasileiras com o uso de visão computacional oferecida por APIs da Google Vision, IBM Watson e Microsoft Azure. Outros projetos submetidos são: “Health myths’ circulation on social media“, da Elaine Rabello (UERJ); “Frugal Innovation” por Miguel Amaral (Universidade de Lisboa) e Elsa Caetano (iNOVA Media Lab); e “Journalism Apps“, por Dora Santos Silva (NOVA FCSH) e Mariana Scalabrin Muller (Universidade do Minho e Universidade NOVA). Participei da edição de 2018 em equipe da Elaine Rabello e Gustavo Matta (FioCruz) analisando a circulação de informação sobre o zika vírus e recomendo o trabalho. Veja uma das visualizações e clique para ver o relatório completo:

Na segunda semana acontece o workshop Interpreting Cross-Platform Digital Networks. São 12 horas de workshop de 4 a 7 de fevereiro. Janna Joceli Omena, coordenadora do SMART Data Sprint e doutoranda no Digital Media UT Austin/Portugal da Universidade Nova de Lisboa. O curso vai apresentar metodologia para interpretar redes digitais entre diferentes plataformas, incluindo exercícios práticos de extração, análise e visualização. Conheça alguns trabalhos da Janna Omena em seu blog e ResearchGate. É possível se inscrever no data sprint e no workshop ou em cada evento separadamente.

Veja abaixo vídeo-resumo do evento e uma entrevista que realizei com a Janna Omena e não esqueça: inscrições abertas até 13 de janeiro.

 

Visualizando engajamento online sobre a epidemia Zika

No último janeiro, tive a oportunidade de participar de data sprint no evento Digital Media Winter Institute na Universidade Nova de Lisboa. Durante 5 dias, foram realizadas palestras, pratical labs e três grupos de data sprints – esforços coletivos de análise de dados de várias plataformas a partir de várias abordagens diferentes. O modelo de data sprint tem sido realizado por universidades em torno do mundo com bastante sucesso na construção de conhecimento coletivo e reunião de pesquisadores.

No evento foram realizados três sprints, dois sobre feminicídio e um sobre a epidemia Zika. Este último, que participei, foi liderado pelos pesquisadores Elaine Rabello (UERJ) e Gustavo Matta (FioCruz) e teve pesquisadores e designers de Portugal, Itália, Espanha e Brasil na equipe.

Ao longo dos três dias de trabalho, os pesquisadores se debruçaram sobre dados de Wikipedia, Google, Instagram e Facebook para entender como a epidemia Zika circula nestas plataformas, suas controvérsias emergem e vozes dominantes se destacam construindo discursos e posicionamentos.

O relatório resumido em slideshow foi publicado e pode ser visualizado abaixo, assim como o relatório completo no blog do Data Sprint em Visualising Engagement on Zika Epidemic.

Acesse também os relatórios sobre Mapping Femicide discourses on TwitterFemminicidio in Italian media and public debate. Fique de olho no Twitter e site do Inova Media Lab para saber mais e se preparar para os próximos.