Plocosfera ou: bugigangas também podem tornar-se mídias sociais

A tentadora e viciante atividade de apertar bolhas de “plástico-bolha” já tinha se “virtualizado” em aplicativos online como o Virtual Bubblewrap, orgulhosamente oferecendo bolhas desde 1996.  Ploc-ploc é uma singela bugiganga que imita a sensação tátil e o barulho do apertar de plástico bolha e pode ser carregado no bolso e proporcionar diversão (ou TOC) infinita:

ploc-ploc

Até aí, nada demais. Já devem existir versão de camelô do ploc-ploc, por bem menos que os 29,90 cobrados pelo site “oficial”. O que merece citação é a estratégia de diferenciação utilizada. Ao comprar um ploc-ploc pelo site oficial, se ganha (ou presenteia) um exclusivo lugar na “plocosfera”!  A pessoa pode escolher uma das bolhas do site para se posicionar com foto, nome e “onde estou”, que é um espaço para colocar links de perfis em redes sociais e mensageiros instantâneos:

plocosfera

Frívolo ou não, a estratégia está dando certo. São 20000 vagas para ploqueiros, das quais já foram ocupadas 2300. É um produto que não deve ser observado apenas pela ótica da possível excentricidade, mas sim por mostrar que os aspectos de sociabilidade e exposição proporcionados pelas mídias sociais podem ser usados a favor do sucesso de um produto, por mais simples que seja.

Um comentário sobre “Plocosfera ou: bugigangas também podem tornar-se mídias sociais

  1. Uma jogada de Craque dos gestores de mkt e desenvolvimento deste produto, ao tempo q criaram um novo desejo, descobrindo um nicho(da multidão q adora estourar bolhinhas, incluindo eu)somou à necessidade de sociabilidade de Maslow.

    Com certeza, grande aposta de vendas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *