Quatro mal-entendidos sobre métodos digitais, segundo Tommaso Venturini

Em palestra no Stockholm Environment Institute, Tommaso Venturini fala sobre quatro mal-entendidos sobre métodos digitais, especialmente importante em momento de deslumbramento com a ideia de “big data”. Venturini busca esclarecer que: 1. Traços digitais não são dados sociológicos; 2. Quantidade é menos interessante que variedade; 3. Digital não significa automático; 4. Mais quantificação demanda mais qualificação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *