Escritas e re-escritas de biografias digitais: projeções de Aza Raskin

O vídeo abaixo é uma palestra de Aza Raskin, um dos desenvolvedores do Firefox. Raskin fala sobre memória humana em ambientes digitais. Discute como o registro e o resgate  de experiências pessoais já é algo mais consolidado e fácil, devido ao suporte tecnológico. Mas, ao pensar o revisionismo destas experiências, fala como a memória de experiências passadas é sempre reconfigurada a cada lembrança e teme uma possível prática existente em um futuro próximo: product placement em fotos pessoais.

É, no mínimo, muito interessante pensar as implicações disso, ainda que apenas 25% dos usuários – do Facebook, por exemplo -, aceitassem esse tipo de prática. Raskin projeta alguns possíveis modelos de negócio que podem surgir neste mercado de “falsas memórias”. Vale a pena assistir.

Keynote for the John Seely Brown Symposium at University of Michigan from Aza Raskin on Vimeo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *