Cosas que, a lo mejor, se pasaron a Picasso (Macanudo)


Essas tirinhas fazem parte de Macanudo, de Liniers. Como o nome já indica diretamente, tratam do famoso pintor espanhol Pablo Picasso, de coisas que podem ter lhe acontecido. Elas têm algumas peculiaridades narrativas e pláticas, que tentarei, sem o perdão do trocadilho, pincelar aqui.

Os requadros, o formato e a disposição dos quadros são característicos. São mais espessos que o habitual, preenchidos de cor, além de serem dispostos com certa distância um dos outros. Logo se percebe a estratégia: são alusões a molduras.

A total compreensão das piadas requer que o leitor possua algum conhecimento de história da arte. Em alguns casos se refere a informações literalmente textuais, como o encontro com Breton e Dalí, noutras é iconográfica, como a aparência de Andy Warhol ou quando ele se vê no espelho de um jeito bem particular. São estas os exemplares mais interessantes. De Mondrian a Guernica, ou sua própria assinatura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *