Centro de Estudos Avançados em Democracia Digital lança novo site

Centro de Estudos Avançados em Democracia Digital, sediado na Universidade Federal da Bahia (UFBA), é um centro de pesquisa especializado no estudo da relação entre internet e democracia. Fazem parte do CEADD diversos grupos de pesquisa de todo o Brasil. Da UFBA, participam os grupos CIDCP-Redes e NIDES; da Universidade Federal do Ceará (UFC), o PONTE; da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), o GpoliTICs; da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o Grupo de Pequisa sobre Democracia Digital. Entre os pesquisadores líderes destes grupos e do CEADD estão alguns dos principais investigadores da comunicação, política e democracia digital do país.

Através de seu blog e da biblioteca de publicações, o novo site do CEADD promete ser um importante canal de divulgação científica nas áreas de pesquisa cobertas pelo Centro. Acesse em http://www.ceadd.com.br/

Gauge lança blog sobre inteligência, pesquisa, métricas e monitoramento

A Gauge é uma das empresas mais bacanas na área no Brasil e lançou um blog pra compartilhar algumas de suas ideias. Além de notícias sobre a pesquisa “Faces do Facebook“, alguns de seus profissionais já começaram a publicar lá, como a Priscila Muniz sobre relatórios de monitoramento e o Felipe Ferrari sobre análise de performance digital.

Dataísmo – blog brasileiro sobre monitoramento, mensuração, análise e business intelligence

Nesta semana foi lançado o Dataísmo, blog brasileiro totalmente focado em monitoramento, mensuração, análise, business intelligence e temas afins. É uma iniciativa da Juliana Dias, profissional que tive a honra de ter em minha equipe. Além da Juliana, publicarão lá diversos profissionais bem bacanas da área, incluindo eu. :) Então visitem e assinem o feed:

moviegalaxies: Análise Estrutural de Redes Sociais de Filmes

O fabulosíssimo projeto de pesquisa de Jermain Kaminski e Michael Schober é resumido no artigo Social Networks in Movies. Segue o abstract:

Although humanities and cultural studies have a long tradition in formalistic interpretations of works of art and literature (e. g. Wellek and Warren, 1956), only few writers have understood these works as networks of characters that (inter)act with each other. This paper expands this stream of thought by extracting, visualizing and analyzing the evolution of the characters’ interaction networks in about 797 movies from 1915 to 2011 and teasers a collobarative online solution of the technique, which is crowdsourcing the further development. There are only a very few examples of research where the social network of movies has ever been analyzed. These studies mostly had a low scale (n=1) and were not automated with machine learning algorithms (e.g. Hillman, 2011; Park et al., 2011; Ding and Yilmaz, 2010). Looking at the amount of analyzed movies and technique, this paper is a new approach.

Além de apresentar esta interessante perspectiva na interpretação de obras artísticas, os autores lançaram o site moviegalaxies, que apresenta as redes sociais de personagens de filmes. As quase 800 redes podem ser visualizadas de forma interativa, com os agrupamentos, métricas de grau, intermediaridade e cluster. Abaixo alguns exemplos de redes: Magnolia (diversos grupos, resultado das diversas linhas narrativas), Solaris (rede pequena e densa do sci fi claustrofóbico, que se passa em uma nave espacial), e Fight Club (rede altamente centralizada em Jack, protagonista narrador em primeira pessoa).

Magnolia

Solaris

 

Fight Club

Videoclipe colaborativo com Instagram: Móveis Coloniais de Acaju inovando mais uma vez

Móveis Coloniais de Acaju é uma das minhas bandas preferidas por vários motivos. Além da música ser sensacional e o show ser considerado literalmente o melhor do Brasil, eles tem um tato incrível para cultura digital. Além de liberarem todas as músicas para download gratuito e manterem blogs, flickr, twitter e outros canais, recentemente fizeram um clipe durante a Campus Party:

Agora acabaram de lançar um projeto chamado Instamóveis para produzir um clipe colaborativo com fotos publicadas no Instagram. Vejam o vídeo de apresentação do projeto: