Diversidade na publicidade da Skol: Reposter e Skolors pela ótica da análise do discurso

A revista acdêmica Tríade, do Programa de Pós-graduação em Comunicação e Cultura da Universidade de Sorocaba,  acaba de lançar edição com dossiê sobre Diversidade Cultural/Sexual e de Gênero. O dossiê inclui treze artigos sobre temas relacionados, incluindo publicação minha em parceria com a profª Elizabeth Gonçalves:

Diversidade de corpos na publicidade: o contexto interpretativo nas campanhas Skolors e Reposter da Skol no Facebook

Historicamente, a publicidade de cerveja tem explorado de forma estereotipada o corpo feminino e ignorando etnias, cores e formas fora do padrão hegemônico. Porém, está em curso um movimento de buscar uma ressignificação dos corpos como estratégias publicitárias. O artigo explora o uso de comentários na plataforma Facebook como insumos para investigação de  contexto  interpretativo  previsto  e  reapropriado  por  enunciadores corporativos pautados pelo dialogismo pressuposto nas mídias sociais. Como estudo de caso, cruzamos o debate discursivo quanto à representação dos  corpos  na  publicidade  através  da  tentativa  de  reposicionamento  do imaginário em torno das campanhas da Skol: Reposter e Skolors. A partir da extração de dados (37 mil comentários e 17 mil respostas, assim como suas métricas) em postagens de campanha na página oficial da marca, o texto se debruça sobre os comentários de maior repercussão e as decorrentes respostas para discorrer sobre as táticas discursivas da empresa. O estudo também  sublinha  como  o  ambiente  on  line  propicia  elementos  para  ser explorado  tanto  comercialmente  quanto  nas  pesquisas  acadêmicas  no âmbito da Comunicação, trazendo insumos contextuais para a interpretação de sinais explícitos de recepção do público.

 

Novo artigo: “Georges Perec e Monitoramento de Mídias Sociais”

A obra de Georges Perec tem sido reapropriada para diversos outros fins em disciplinas como sociologia, psicologia e geografia. O presente artigo, “Georges Perec e o Monitoramento de Mídias Sociais: algumas aproximações e possibilidades” oferece uma revisão de algumas dessas reapropriações, com ênfase na pesquisa de viés sociológico e comunicacional ressignificada com potencialidades e restrições próprias do registro e resgate do cotidiano nas mídias sociais, incluindo leitura crítica de um estudo de caso. Está disponível nos anais do 40º Congresso da Intercom, que acontecerá em setembro:

Oito blogs sobre dados e pesquisa em comunicação criados em 2017

A blogosfera está viva! Destaco oito novos blogs sobre dados e pesquisa em comunicação criados em 2017.

Mabia Barros http://mabiabarros.com.br/

 

IEP – Elegua http://iepelegua.wixsite.com/iepelegua

Taís Oliveira – http://taisoliveira.me/

João Vitor Rodrigues https://joaovitorodrigues.com.br/

Data7 – http://data7.blog/

 

Marcelo Alves http://www.marceloalves.org/

 

Soraia Lima http://soraialima.com/blog/

 

Data: A Peek http://datapeek.wordpress.com/

Novo artigo sobre inovação em ferramentas de monitoramento de mídias sociais

Já são mais de 10 anos de ferramentas de monitoramento de mídias sociais como Sysomos, Brandwatch, Sprinklr e outras. São representantes de um complexo mercado que reuniu disciplinas e áreas como pesquisa de mercado, publicidade, tecnologia da informação e big data. Pude acompanhar (e impactar um pouco) o desenvolvimento do mix de ferramentas disponíveis aos brasileiros. Reuni um pouco desse histórico e debate, do ponto de vista da pesquisa sobre inovação, em artigo recém-publicado na Revista Animus da UFSM:  Inovação em Software as a Service: funcionalidades em ferramentas de monitoramento de mídias sociais.

O objetivo foi descrever o lançamento de inovação incremental em softwares de monitoramento de mídias sociais. A tática, típica de produtos SaaS (software as a service) vai ao encontro do conceito de beta perpétuo, característico das mídias sociais e web 2.0. Como estudo de caso, trazemos a referência ao lançamento de módulos de análise de redes baseadas em grafos em 4 fornecedoras de serviço: Sysomos, Pulsar, Digimind e V-Tracker. Propõe-se a relevância da descrição e visibilidade destes atores organizacionais, sobretudo como atores condicionantes dos ambientes interacionais online a partir das relações entre inovação e particularidades da comunicação digital.

Leia em https://periodicos.ufsm.br/animus/article/view/25274

Curso online de Análise de Redes em Mídias Sociais

Em 12 de junho começará o curso online de Análise de Redes em Mídias Sociais, que desenvolvemos no IBPAD depois de anos de experiência prática na área e mais de 10 edições de cursos abertos ou in-company. Idealizado por mim e meu sócio Max Stabile (Mestre em Ciência Política), o curso conta também com conteúdo de Marcelo Alves (Mestre pela UFF e cofundador da Vértice).

Serão mais de 90 aulas divididas em 5 módulos, que podem ser acessados pelo aluno por 6 meses. Saiba mais abaixo, veja uma aula gratuita e use o código taruvector10 para um desconto exclusivo:

.